segunda-feira, fevereiro 13, 2012

BANCOS OU APENAS BANCAS DE AGIOTAGEM BRUTAL?

Este blog tem recebido várias consultas e reclamações envolvendo as taxas cobradas pelos bancos brasileiros.

Espantam-se os consulentes da liberdade e do descaramento com que os Bancos cobram preços absurdos por seus serviços e empréstimos.

Perguntam : e o Banco Central não fiscaliza? Não impede tamanha avidez e tantos abusos ?

Dois casos, em centenas, merecem destaque, vejam:

CASO EXEMPLAR Nº 1 : A LOJA RIACHUELO/FINANCEIRA MIDWAY COBRAM JUROS DE 87% AO MÊS !

A cliente foi "agraciada" com um cartão das Lojas Riachuelo, emitido pela MidwAY FINANCEIRA,braço financeiro do grupo Guararapes, que é dono também das Lojas Riachuelo.


Recebeu um limite para compras no valor de R$1.500,00.

Em malfadado dia, atendendo a um pedido de sua funcionária doméstica, fez uma pequena compra no valor R$ 73,40, que foi dividido em duas parcelas de R$36,70 cada.

No vencimento da primeira parcela, no dia 13/01/2012, a cliente efetuou o pagamento da fatura via internet.

Só que , por um erro de digitação, efetuou o pagamento no valor de R$35,70, portanto com um real a menos do valor cobrado.

Passados alguns dias do referido pagamento, a cliente recebeu um aviso da Riachuelo, por SMS (exibido a este blog, acreditem) que seu nome seria negativado ao SERASA por falta do pagamento total da fatura.

Vejam, faltou UM REAL E A CLIENTE TEM LIMITE DE R$1.500,00 .

Indignada e injuriada com essa postura, a cliente informou que completaria o pagamento na proxima fatura, liquidando a compra.

A Riachuelo/Midway não se satisfez. Continuou com telefonemas e ameaças !

Qualquer leigo pode imaginar o custo dessa cobrança do um real faltante ! É de uma incompetencia atemorizante !

Que mais absurdos essas empresas podem cometer contra seus consumidores?

Pois é, amigos,PODEM E MUITO.

Veio a fatura seguinte, reproduzida neste blog, com a cobrança de R$0,73 de juros de mora e R$0,14 de IOF !

Somados os dois encargos, o valor chega da R$0,87.

Ora, R$0,87 sobre o R$1,00 que foi pago a menor, representa um custo financeiro de

87%, pelo prazo de 30 dias ! OU 182.751,82% AO ANO.

NÃO, VOCÊ NÃO LEU ERRADO. É sim CENTO E OITENTA E DOIS MIL, SETECENTOS E CINQUENTA E UM, VIRGULA OITENTAE DOIS POR CENTO AO ANO!



SIM, A RICHUELO/MIDWAY COBROU JUROS DE 87% (OITENTA E SETE POR CENTO AO MÊS)

CASO EXEMPLAR 2 : O CITIBANK COBRA JUROS DE 35% AO MÊS !

Neste caso o consulente exibiu um aviso que vem anexo ao extrato do CITIBANk (aqui reproduzido para quem duvidar), onde aparece o aviso :

"...FICA A CRITÉRIO DO CITIBANK A LIBERAÇÃO DE VALOR DE LINHA DE CRÉDITO DE CHEQUE ESPECIAL, UTILIZADA PELO CLIENTE ACIMA DE SEU LIMITE. CASO ISSO OCORRA, SERÁ APLICADA A TAXA DE 1,00% A.D. ..."

Mas não pense que o aviso vem assim em letras normais. Não ! É feito com a menor letra possivel como podem constatar na reprodução.

E a um leitor desatento o "A.D", pode passar desapercebido. Quem sabe seria A.D. de Anno Domini, a significar o início da era Cristã?

Não , meus amigos, esse aviso não tem nada de Cristão !

Significa que o CITIBANK cobra, nesses casos, 1% AO DIA , que no metodo capitalizado de JUROS SOBRE JUROS, CHEGARÁ à taxa modica de 34,78% ao mês, ou 3.495 % aa.!

Não, você NÃO LEU ERRADO a taxa é de TRES MIL, QUATROCENTOS E NOVENTA E CINCO POR CENTO AO ANO!)


Escolhemos esses dois exemplos para ficar bem claro que a espoliação do consumidor brasileiro pelo sistema financeiro é generalizada.

Vale desde a pequena financeira apendice de um grupo de lojas até a filial de um dos maiores bancos do mundo.

Aqui,no nosso querido Brasil, o setor financeiro se sente na casa da mãe Joana.

Tudo pode.

O lobby junto a Brasilia é fortissimo, as "contribuições de campanha" são polpudas.

E voltando à questão do Banco Central, está claro que esse órgão está mais para proteger os bancos e demais instituições financeiras, do que para impedir seus abusos contra a sociedade brasileira.

Os lobos financeiros formam um alcateia poderosa...cuidado...!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se inscreva como membro deste blog e acompanhe assuntos de interesse geral, na área jurídica.

Sobre

Um espaço para abordar temas de interesse na área legal. Quem preferir pode entrar em contato reservadamente pelo formulário ou por email.

Visualizações de página