quinta-feira, outubro 27, 2011

Entrei na briga para reduzir os juros. Não deu certo. E agora?

Temos divulgado neste Blog a dificuldade que o consumidor têm em obter revisão dos custos de seu financiamento.

Primeiro porque as taxas médias que os bancos cobram de consumidores não clientes, em geral, são altas.

Depois, porque essas taxas altas compõem a média das taxas divulgadas pelo site do  Banco Central, onde a maioria dos nossos Juízes vai buscar parâmetros para aferir se há abuso.

Ora, é mesmo que consultar a alcateia sobre o comportamento de um lobo : todos vão jurar de patas juntas que o lobo em julgamento é mansinho....

Raros Juízes tem condições de tempo e de conhecimento financeiro para avaliar demoradamente se as taxas cobradas, em comparação com o custo do dinheiro são adequadas.

E via de regra não são. 

Os chamados "spreads" bancários no Brasil são elevadíssimos, o que resulta nas margens fabulosas de lucro que eles apresentam em seus balanços

Mas reconheçamos que os nossos Juízes não têm muito tempo para esse trabalho e se escudam no Banco Central, autoridade no setor, mas que não 'CONTROLA" taxas cobradas pelos Bancos, somente fixa a taxa máxima a ser paga pelo seu patrão o Governo. (taxa Selic)

A nós advogados, cabe a tentativa de mostrar essa discrepância nos casos concretos.

Mas não é fácil, porque geralmente, o advogado também não tem formação financeira.

Enfim, de tudo isso ressalta a "DICA" que temos dado aos nossos leitores : na hora de um financiamento qualquer, procure os bancos em você mantem conta.

Recentemente uma cliente fez isso em seus dois Bancos : 

Consultou um financiamento de carro usado no Banco do Brasil e no Santander.

No BB conseguiu 2,30% ao mês, no Santander conseguiu, 1,45% ao mês.

Valeu a pena, não ?

Da próxima vez...faça você também o  mesmo !

MARIO ARCANGELO MARTINELLI

Vejam a consulta abaixo :




marcos s 
sou o marcos ,dr. Mario comprei um monza tubarão dei 3.500 entrada o valor dele é de 11.600 e as parcelas ficaram 36 de 360,00 e fiz a revisional com um advogado onde me cobrou 1.000,00 e já fazem mais de um ano e nada e na revisão eu teria q pagar 140,00 reais mensal e não obtive resposta nenhuma somente nome sujo no Serasa spc e nada nem bv me da resposta e nem meu Advogado.

Estou sem destino ao que fazer com as mãos atadas e nada de resposta , me de uma posição um caminho por favor grato pela atenção paz.
Today, 09:07:55
MARIO ARCANGELO MARTINELLI 

Prezado Marcos,  
 
A taxa de seu contrato - junto com os impostos - está em 3% ao mês, o que a maioria dos nossos Juízes considera como "normal", pois está na média cobrada pelos bancos, conforme divulgado no site do Banco Central.  
 
Trata-se de uma taxa efetiva anual de 42,51%, contra uma taxa juros "oficial" (SELIC) em torno de 12% aa.  
 
Então, em qualquer lugar do mundo suas taxas estariam muito acima do "normal".  
 
Mas aqui, não.  
 
Pois os bancos brasileiros praticam sempre taxas muito elevadas - com raríssimas exceções e para quem tem outros negócios com o banco, o que não é seu caso.  
 
Assim, o Judiciário se baseia nas taxas praticadas normalmente pelo "mercado" , ora, nesse caso, a média é sempre alta, pois são os próprios Bancos que não tem interesse em reduzi-la.  
 
A briga entre eles fica só na propaganda e na luta pela manutenção de seus bons clientes.  
 
Assim, a sua briga jurídica está na normalidade e dentro do prazo.  
 
O Juiz não entendeu que suas taxas são claramente abusivas e por isso não concedeu liminar (autorização prévia) para você pagar somente as parcelas do capital emprestado e evitar negativações de crédito.  
 
É o que está ocorrendo na maioria dos casos.  
 
Se você precisa "limpar o seu nome" talvez seja a hora de procurar a BV com uma proposta de acordo.  
 
Consulte seu Advogado sobre essa hipótese, mas a BV vai querer negociar direto com você.  
 
E caso não saia acordo, trinque os dentes porque o assunto na Justiça pode demorar uns cinco anos, se for o caso de pericia e apelação.  
 
E a BV não é obrigada a esperar a discussão sobre os juros terminar.  
 
Ela pode pedir a busca e apreensão do veiculo.  
 
Boa sorte !  
 

 
Torne-se um seguidor deste site no seu novo endereço: www.advogadodedefesa.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se inscreva como membro deste blog e acompanhe assuntos de interesse geral, na área jurídica.

Sobre

Um espaço para abordar temas de interesse na área legal. Quem preferir pode entrar em contato reservadamente pelo formulário ou por email.

Visualizações de página